O Número 33

Enquanto nosso planeta passa pela fase de transição, o Sol do nosso Sistema Solar, também. Em 2018, os cientistas observaram que o sol, no início de abril, entrou  em uma atividade mais fraca do que a dos ciclos anteriores. O Sol ficou calmo durante todo o final da Idade Média e no início da Era Moderna, entre os séculos 16 e 19. A cada 11 anos, seus pólos se invertem, ocasionando períodos mais ou menos intensos, de forma natural. Quando há um pouco mais de atividade, acontecem as tempestades solares, as explosões, os conhecidos flares solares. Em caso de pouca atividade, não há manchas nem erupções.
Entretanto, por ser um período de transição, as regiões solares se misturam um pouco, por causa da polaridade magnética no hemisfério sul do Sol. Ao que parece, o número 33 tem várias simbologias: a idade em que Cristo morreu, o templo de Salomão ter sido destruído 33 anos depois, existem 33 cúpulas que rodeiam uma cavidade em Creta, que seria um altar de oferendas em um templo-palácio em Malha, depois de 33 dias caiu maná do céu para o povo que fugia do Egito, 33 graus na Maçonaria, a morte de Khrishna aos 33 anos, e por aí vai...

A maioria das iniciações na antiguidade aconteciam no momento do Retorno Solar, que daria início à um novo ano no mundo. A festa judaica do Lag ba Omer acontece no 33º dia, data supostamente do falecimento do rabino Simeon Bar Yochai, criador da Cabala Branca.
Com 33 toque diários, os monges acordam às 2 da manhã no mosteiro mais antigo do mundo, que fica localizado a 400 km do Cairo. 
De forma interessante, a cada aniversário que você faz, o sol retorna para o mesmo lugar em que estava no dia em que você nasceu. Por exemplo, uma pessoa que tenha nascido em 1979 com o sol com coordenadas 3 43 37, em 2013 no mesmo dia de nascimento, o sol estará com as mesmas coordenadas de 79. Por isso, nos aniversários, algumas pessoas costumam desejar feliz ano novo!

O aniversário de uma pessoa, na verdade, já pode ser comemorado 1 dias antes do nascimento. A cada 33 anos de uma pessoa, o Sol passa pelo mesmo ponto no Sistema Solar e na mesma graduação. Falando em números, nos lembramos da sincronicidade. 11, 22, 33 ... aliás, 33 são as divisões no símbolo da ONU. Alexandre, o grande, faleceu com 33 anos. Uma gestação leva 33 ciclos lunares. As voltas sequenciais que formam nosso DNA são 33, possuímos 33 vértebras... Um exemplo bem bizarro foi a morte de Franklin Roosevelt, presidente americano, que teria sido por causa de uma hemorragia cerebral supostamente. Onde ele faleceu? Em Warm Springs, Georgia, no paralelo 33... quem assumiu a presidência foi Harry Truman, após ter se tornado um maçom de grau 33 e tornou-se tb o 33º presidente do país. Semanas depois, foi ele o mandante do ataque à Hiroshima e Nagazaki com bombas nucleares. Local: paralelo 33. Dois anos depois, houve o incidente de Roswell no Novo México, também no paralelo 33. Foi durante o governo de Truman que a CIA foi criada.

33 é o número que representa o arsênio, cujo número atômico é 33 pois tem 33 prótons e 33 elétrons. Existe uma grade energética ao redor da Terra e exatamente por onde passa o paralelo 33 temos o Triângulo das Bermudas, responsável pelo sumiço de muitos aviões e embarcações. Convenhamos, é muita coincidência em tudo isso, não?

A grade energética do planeta possui 4 mil pontos que se interligam e os principais estão o paralelo 33. A pirâmide de Quéops tem 33 metros e 33 câmaras. A Teoria da influência do número 33 é diferente da teoria do efeito borboleta, quando dizemos que a cada decisão que fazemos, novas linhas do tempo surgem e infinitas possibilidade de combinações delas são originadas a partir das escolhas de cada um.

No caso do Evento, por exemplo, a linha de tempo alfa e beta não existem mais, estamos supostamente na gama. Mas isso é uma programação, foi consequência de nossas escolhas, foram mudadas pelos positivos ou pelos negativos? Então fica a pergunta: onde estamos, eu e você, nas linhas de tempo alfa e beta? Estamos existindo em mundos paralelos? Será que estamos em uma dobra no tempo? Será que a sensação de dejá vu seja a lembrança de nós mesmos fazendo as mesmas coisas, sem que sejam necessariamente vidas passadas mas sim, paralelas, que compartilham a mesma consciência? Talvez por isso o tempo seja simbolizado por um círculo, sem início e sem fim, mas quando dobrado, torne-se o símbolo do infinito. E finalizando esse nó na nossa cabeça, cito um texto do livro O Grande Segredo, de David Icke: Quando os Rockefeller formaram seus Governos do Conselho de Estado para controlar as legislaturas estatais americanas, apoiaram a organização em um edifício numerado 1313. Pela mesma razão, muitas coisas ocorreram em 1933 porque 33 é um número esotério muito importante, que representa uma frequência vibracional.

Então, pessoal, seria interessante também lembrar que no mito da criação babilônica, o Enuma Elish, Marduque divide os Anunnaki sobre a terra ficando 300 no céu e 300 na terra. E como não fosse suficiente, construíram um santuário para Marduque, Enlil e Ea.

Qual sua opinião sobre todas essas informações e teorias? Finalizando, deixo com vocês a tese de Nietzsche do eterno retorno, ou seja, tudo o que vai, volta. tudo se repete, porque a temporalidade não está fixa, mas livre, tendo em vista que uma alegria pode ser vivenciada hoje e vivenciada amanhã de formas diferentes, expressando o mesmo sentimento.
Além das intrigantes informações sobre o número 33, ficamos então com esse pensamento: a ascensão seria algo definitivo ou ainda na tridimensionalidade temos entre nós essências negativas que não precisaram passar pelo ciclo encarnacional porque já sabem de tudo e retornam quantas vezes precisarem, sem barreiras?


http://www.bibliotecapleyades.net/sociopolitica/esp_sociopol_illuminati_14.htm 
http://rmorais76.blogspot.com/2011/01/o-segredo-do-numero-33.html
http://www.eternoretorno.com/eterno-retorno-nietzsche/

Este conteúdo pertence ao Canal LW - Trabalhadores da Luz.

É expressamente proibida a reprodução de conteúdo integral ou partes dele sem permissão. 

Direitos autorais reservados.

© 2018-2023  por Aynnah -  Criado orgulhosamente com Wix.com